|

|

|

|

Por que ajudar a iniciativa

The
Medulloblastoma
Initiative

The Medulloblastoma Initiative (MBI) foi estabelecida em 2021 a partir da visão do empresário brasileiro Fernando Goldsztein e do médico Roger J. Packer, do Hospital Children’s National, de Washington DC, EUA. A MBI capta recursos privados que são destinados à pesquisa em meduloblastoma do Grupo 4 desenvolvida pelo Consórcio Cure Group 4, que compreende 13 laboratórios, instalados nos Estados Unidos, Canadá e Alemanha. O meduloblastoma é o câncer cerebral mais comum em crianças — contudo, o protocolo de tratamento utilizado atualmente não avançou desde a década de 1980.

Além de não curar uma grande proporção das crianças afetadas pelo meduloblastoma, aquelas que sobrevivem enfrentam efeitos colaterais graves pelo resto de suas vidas. E é por isso que trabalhamos para conectar doadores privados a grandes cientistas.

Junte-se a nós — “aquele que salva uma vida
salva o mundo inteiro”
.

Reta final para os
estudos clínicos

com a palavra, Dr. Duane Mitchell

O Dr. Duane Mitchell é um pioneiro no desenvolvimento de imunoterapias para pacientes com tumores cerebrais. Mitchell traz para o seu trabalho com o Consórcio Cure Group 4, uma fascinação que começou bem cedo com o potencial de curar o câncer usando as células do próprio paciente — e a convicção de que, nos próximos 5 anos, teremos resultados positivos para pacientes com meduloblastoma do Grupo 4 recorrente.

“As crianças têm uma capacidade de otimismo
que nunca deveriam perder.”

INSTITUIÇÕES CIENTÍFICAS
INTEGRANTES DO CONSÓRCIO

MBI NA MÍDIA

Criada por empresário gaúcho, a MBI busca fundos para financiar a pesquisa ao combate do meduloblastoma. A iniciativa global arrecadou US$10 milhões em dois anos. Em 6 meses, o consórcio de laboratórios financiado pelo projeto já fez descobertas significativas.

O que é meduloblastoma? Quais os efeitos colaterais do tratamento? Ana Lourenço aborda esses temas e conta como surgiu a MBI e sua missão de encontrar a cura do meduloblastoma. “A gente tem que perseverar e ir atrás. Não dá pra se abater.” diz Fernando Goldsztein, fundador do projeto.

Fernando Goldsztein, fundador da MBI, conta seus motivos para criar o projeto e como ele cresceu exponencialmente desde seu nascimento. “Um desabafo como pai: crianças deveriam ser imunes ao câncer!”, diz.

O colunista Daniel Scola fala sobre sua experiência no 1° Simpósio Internacional de Neuro-Oncologia Pediátrica, relatando sua experiência como sobrevivente e comentando a importância que iniciativas como a MBI têm no desenvolvimento de novos tratamentos.

No dia dos pais, a jornalista Cláudia Colucci e a FSP contam a história da MBI, que apoia um Consórcio de laboratórios que buscam a cura para o meduloblastoma — uma iniciativa criada a partir da experiência de um pai e de uma criança portadora desse câncer.

O relato de Fernando Goldsztein sobre a MBI foi publicado na newsletter da MIT Sloan, a escola de negócios do prestigiado Massachusetts Institute of Technology. Não por acaso, a história da MBI entrou para a lista das 10 melhores histórias de ex-alunos da MIT Sloan Business School em 2022.

Iniciativa de empresário brasileiro pela cura do meduloblastoma, o câncer cerebral mais comum em crianças, chega à fase de testes. Para essa nova etapa, nos próximos meses a MBI vai buscar 7 milhões de dólares em doações privadas.

“A doença do meu filho mudou a minha vida”, conta Fernando Goldsztein, fundador da MBI. Ele deixou um cargo executivo na Cyrela Construtora para se dedicar ao projeto que tem como meta encontrar a cura para o meduloblastoma.

Como surgiu a MBI, e que diferença as doações filantrópicas podem fazer no avanço da pesquisa científica? “Nunca imaginei que o impacto pudesse ser tão grande”, contou o fundador da MBI ao Brazil Journal.

Em 2021, o jornalista gaúcho Daniel Scola foi diagnosticado com meduloblastoma. “Sou um dos salvos graças à ciência”, ele escreve em seu depoimento sobre a MBI, “um projeto inovador que vai representar muito para a saúde mundial”.

CAMPANHA LEAH Missão cumprida

Nos Estados Unidos, a família de Leah, uma menina de 11 anos que enfrenta um meduloblastoma, iniciou em 2023 uma campanha filantrópica com o objetivo de arrecadar 50 mil dólares para a pesquisa apoiada pela MBI. Com o empenho de familiares e amigos, a meta já foi alcançada.
AVANÇOS Biópsia líquida

Uma plataforma para biópsia líquida — um simples exame de sangue que vai permitir que os médicos monitorem a resposta do meduloblastoma ao tratamento, além de possibilitar a detecção de crescimento tumoral e a indicação precoce de recorrência — é um dos destaques da nossa pesquisa.

ACONTECE NA MBI

Reta final para os estudos clínicos

A pesquisa do Dr. Duane Mitchell inclui estudos clínicos pioneiros em meduloblastoma (Re-MATCH) e gliomas (PEACH), que confirmaram o potencial dessa abordagem como uma plataforma para a cura. Na entrevista que segue, o Dr. Mitchell…

+ LEIA MAIS

Troféu Guri

O fundador da MBI foi homenageado em agosto de 2023 com o 24º Troféu Guri, importante premiação criada pelo Grupo RBS, do estado do Rio Grande do Sul….

+ LEIA MAIS